Pontos positivos de jogar videogame

Durante muito tempo, os videojogos foram encarados de uma maneira muito parecida com a televisão. A maioria dos especialistas em desenvolvimento infantil e professores achava que eles eram ruins, o que levou os pais a criticá-los e fazer seus filhos se sentirem preguiçosos e improdutivos. Por sorte, no entanto, os tempos mudaram.

Não só existe um enorme corpo de pesquisa para mostrar os benefícios dos jogos de videogame em todas as faixas etárias, como os jogos disponíveis agora são bastante diferentes daqueles disponíveis nos anos 80 e 90. Em conjunto, esses fatores estão criando um mundo onde o impacto positivo dos videogames é reconhecido, e jogá-los está sendo encorajado.

Jogos de videogame e o cérebro

Muitas atividades agora são amplamente compreendidas, pelo menos nas esferas neurológicas, pelo seu impacto na estrutura do seu cérebro. Com a concentração aplicada a certas atividades, são liberados dopamina e outros neurotransmissores gratificantes, e os circuitos neurais no seu cérebro são estimulados positivamente. Essas atividades incluem tocar um instrumento, aprender a ler — e se envolver com videogames. Isso pode ter todos os tipos de efeitos positivos sobre os cérebros de adultos e tem ainda mais impacto benéfico sobre os cérebros em desenvolvimento das crianças, como demonstrado em vários estudos.

O poder do jogo como ferramenta de desenvolvimento e aprendizagem para pessoas de todas as idades está sendo cada vez mais reconhecido. Os jogos de videogame, de certa forma, são simplesmente uma manifestação disso em uma arena digital. A lista de efeitos comportamentais e cognitivos positivos desses jogos, que provavelmente pode ser vinculada até ao fato básico de que eles alteram a estrutura das conexões neurais do cérebro, é muito longa. Além do mais, quase tudo isso pode ser baseado em estudos.

Uma maior inteligência e funções como compartilhamento, planejamento, gratificações diferidas e até mesmo socialização geral são melhorados com jogos de estratégia, e isso também ajuda na memória. Descobriu-se que muitos jogos aliviam a dor, estresse e trauma em pacientes que estão sofrendo agudamente, distraindo os jogadores e forçando seu foco em outros lugares.

Descobriu-se que certos jogos melhoram as habilidades motoras e também a visão, e agora os jogos estão sendo especialmente projetados com essas e outras habilidades específicas em mente. O pensamento rápido e a atenção aos detalhes que os jogos de tiro em primeira pessoa demanda, tem demonstrado criar melhores cirurgiões, e a maioria dos especialistas em aviação diz que esta geração de pilotos é melhor por causa das horas passadas jogando simuladores de voo.

A evidência continua; esses exemplos são literalmente apenas a ponta do iceberg. Descobriu-se que os jogos de videogame ajudam as crianças autistas e disléxicas a aprender, e um novo aplicativo de videogame foi lançado para ajudar a investigar a doença de Alzheimer e, finalmente, identificar as pessoas com risco de desenvolverem a doença antes de mostrarem qualquer sistema funcional.

 

A moderação continua sendo a chave

Claro, ainda é verdade que jogar videogame excessivamente não faz bem — afina, nada em excesso faz. As antigas críticas de se promover o comportamento antissocial e a obesidade podem se tornar realidade se você ficar jogando durante horas e horas por dia. Para obter o máximo benefício dos jogos de videogame, você deve equilibrá-los com outras atividades, incluindo aqueles jogados off-line. Eles devem ser vistos como uma atividade divertida, assim como os jogos de cassino on-line são, com a ressalva de que você não pode ganhar um prêmio com os jogos de videogame, a menos que, é claro, você os leve a sério e entre no mundo dos eSports profissionais!

A outra coisa a levar em conta quando se trata dos benefícios dos videogames é que nem todos os títulos são criados iguais. Os jogos de estratégia, por exemplo, são melhores para melhorar a memória e as habilidades de planejamento, enquanto os jogos de ação estimulam o sistema límbico, provocando excitação e auxiliando no gestão de distúrbios do humor. O melhor caminho a seguir é pensar nos videogames como uma ferramenta, e usá-los da maneira adequada às suas necessidades, e isso o beneficiará.