Segredos do mar: mensagens em garrafas

Escrever cartas, de qualquer forma, é uma arte perdida nos dias de hoje. Isso é lamentável para muitas pessoas, mas quando se trata de mensagens em garrafas, há uma dose extra de magia.

Muitas mensagens foram escritas com o objetivo de monitorar as correntes oceânicas. Nesses casos, a mensagem pede a quem a achar que anote exatamente quando e onde essa descoberta foi feita e, em seguida, que envie sua resposta para um endereço fornecido.

O uso de mensagens em garrafas para entender o mar faz sentido, mas na verdade não está à altura das noções românticas que todos temos em mente sobre o que as cartas deveriam dizer. Felizmente, há muitas histórias emocionantes e pessoais sobre essas missivas flutuantes, com as pessoas envolvidas dizendo-se sortudas, como se tivessem ganhado um prêmio igualmente elusivo em um cassino on-line!

Histórias interessantes de mensagens em garrafas

Vamos começar com a nova detentora do recorde: uma mensagem engarrafada de 101 anos recentemente descoberta é agora a missiva oficial desse tipo. Escrita por um jovem de 20 anos chamado Richard Platz em 1913, foi jogada no Mar Báltico enquanto Platz estava em uma caminhada para apreciar a natureza. A carta também foi encontrada no Mar Báltico por um pescador chamado Konrad Fischer, e a enviou de volta para a neta de Platz.

Outra história de uma mensagem na garrafa sendo uma conexão com um avô perdido vem até nós de ex-colônias britânicas localizadas na Australásia. Geoff Flood estava caminhando em Ninety Mile Beach, na Nova Zelândia, quando encontrou uma garrafa contendo uma nota que dizia: “No mar. O localizador desta garrafa, por gentileza, encaminhe esta mensagem, quando foi encontrada e a data para o endereço abaixo mencionado”, e datada de 17 de março de 1936.

Através de uma pequena investigação, Flood soube que H.E. Hillbrick, que escreveu a carta, faleceu poucos anos depois jogar a mensagem de seu barco. No entanto, seu neto, Peter, estava por perto para receber o item. Ele disse que essa era a única conexão que ele tinha agora com seu avô, o que realmente mostra o poder que essas mensagens podem ter.

Falando sobre o poder das cartas em garrafas, Dorothy e John Peckham tiveram essa experiência em 1983. O casal escreveu mensagens dizendo que quem as encontrassem, deveria entrar em contato. Depois eles as colocaram em garrafas de champanhe vazias e as atiraram no mar durante um cruzeiro ao Havaí em 1979. Quatro anos depois eles receberam uma carta de Hoa Van Nguyen, que morava na província de Songkhla, na Tailândia.

Van Nguyen estava tentando escapar do regime comunista opressivo do Vietnã, e depois de trocar cartas com os Peckhams por um tempo, ele perguntou se eles podiam ajudá-lo. O casal trabalhou com os serviços de imigração para facilitar a transferência de Van Nguyen e sua família para os Estados Unidos.

Outra história sobre família, mas com um final não tão feliz, é a de Maurice, um menino francês de 13 anos que morreu. Não sabemos como, mas sabemos que sua mãe estava usando sua viagem de 2002 pelo Canal da Mancha como uma espécie de purificação e para se fechar. Sioux Peto encontrou a garrafa em uma praia em Kent algumas semanas depois de ela ter sido jogada na água, e conseguiu que sua amiga autora, Karen Liebreich, a traduzisse.

As palavras de partir o coração incluem as belas frases: “Perdoe-me por não saber como protegê-lo da morte. Perdoe-me por não ter conseguido encontrar as palavras naquele momento terrível quando perdi você”.

Liebreich fez tentativas de encontrar a mãe nos anos seguintes, mas não teve sorte. Ela escreveu sobre a história em seu livro “The Letter in the Bottle”, e alguns anos depois do seu lançamento, a mãe de Maurice finalmente a encontrou. Mais uma vez, essas mensagens pessoais em garrafas podem conectar as pessoas das maneiras mais extraordinárias.

Uma paixão por garrafas com cartas

Embora você possa achar realmente incrível encontrar uma mensagem em uma garrafa, e é, você pode não pensar imediatamente em criar uma comunidade on-line de entusiastas — mas, afinal, essa é a beleza da internet!

A rede mundial de computadores nos permitiu nos conectar com outros interessados nas mesmas coisas, não importa onde estejamos no mundo, e com missivas em garrafas aparecendo em todos os lugares, isso funciona muito bem. Você pode alimentar seu interesse nessas mensagens passadas, e pode até ter uma história própria para publicar um dia.